quarta-feira, 2 de julho de 2008

Sei o que fazer...

Praça da cidade,uma fonte linda
Meu amor e eu dentro do carro indo para a cidade de Cel.Fabriciano


É isto mesmo que eu escrevi,eu sei o que fazer,mas não faço,gente isto está me matando,não consigo ficar sem comer,estou totalmente entregue.....Eu preciso de ajuda,mas.....


O meu esposo me ajuda e muito,eu sempre falo com ele que se eu exagerar é pra ele me dá u, toque,e ele sempre me dá,mas eu continuo na burrice de fazer tudo errado.


Ano passado comecei a RA com 75kg,fia tudo bonitinho e até novembro eu havia perdido 13kg,perdido né porque acabei encontrando alguns,comecei a comer d novo e continuava com o mesmo peso,aí achei que estava podendo,e só na semana do natal e ano novo engordei 7kg,fui para 69kg,meu Deus!!!!!!!!!!!Quando foi este ano resolvi fechar a boca de novo e perdi 3kg,fiquei então com 66kg,mas ainda não estava feliz,pois tenho 1,57 de altura e meu peso ideal é pelo menos 57kg,mas não consegui manter a boca fechada e a última vez que me pesei,semana passada estava com 69kg de novo,mas acho que já aumentei de novo,pois fiquei meio deprê e descontei tudo na comida,falei com minha mãe,meu esposo que já não ligava pra mais nada,que tinha perdido as esperanças e por isto iria fazer o inverso,regime de engorda,em um só dia eu comi 7 pães,e hoje é que a ficha está caindo,pois ontem fiz,2 tabuleiros de torta de frango e eu sozinha comi quase 1 inteiro,genteeeeeeee,não me deixem só me ajudem!!!!!Me desculpem em chegar aqui e falar tudo isto,mas eu precisava desabafar e nada melhor do que falar em meu diário virtual e compartilhar com minhas amigas.Meninas,não deixem de postar pois os comentários no ajudam muito e nos incentiva tb.Bjos a todas e até mais.

3 comentários:

van disse...

Oi querida te achei nos comentários do meu primeiro post...
O tempo passou né....
Graças a nosso bom DEUS estou conseguindo.... E você também....
Me visite quando puder...
Vou te linkar para te visitar sempre...

Beijosss fica na PAZ

Claudete disse...

Olá querida achei seu blog ontem e estive lendo desde então...Não desanima não, temos que aprender a nos controlar e é errando que se aprende né?! Queria saber vc toma faseolamina qtas mg??Quero tomar tbém...Bjs
toquemeu@bol.com.br

Beth disse...

Oi amiguinha, calma aí, vim aqui deixar uma forcinha para você!
Veja bem, seu blog é o seu espaço, você tem mais é que desabafar mesmo, pedir ajuda, para isto nós comparitlhamos: aprender juntos, incentivar-nos, apoiar-nos mutuamente, celebrarmos as nossas vitórias e nos darmos as mãos também na hora do sufoco.
O caso é o seguinte: todos temos fases boas e ruins. Afinal, eu já na meta não vacilei e aumentei uns kg? E já não estou há mais de 1 ano para eliminar os benditos? Não é que isto deva ser um bom exemplo, nada disto, ao contrário. Mas apenas ilustrando que pode acontecer.
A pergunta que lhe faço é: quando você anda pela rua e, sem querer, dá uma topada e dói o dedão do pé, você se chateia, claro e depois faz o que? Só de raiva você vai lá e continua dando bicada no chão, com o dedo machucado? Fica dando topada atrás de topada, para se punir por não ter sido atenta antes e machucar pela primeira vez? Ai, se você faz isto, fiquei
com medo hahahahahahahahahah
E outra coisa: quando você se distrai e o leite derrama ao ferver, você fica ali deixando ele subir, "cagar" tudo cada vez mais, só de raiva, ou você desliga o fogo e trata de limpar logo, mesmo que xingando muito (naturalmente), para não piorar a situação?
Então, amiguinha, é assim para tudo! Da mesma forma, para o emagrecimento. Viu que vacilou, viu que aumentou uns kg, mais do que deveria, gostaria etc.? E de raiva vai e come mais e mais? Se larga mais? Não amiga, esta atitude é incompatível com o que você quer. Você não pode se castigar tanto. Não merece! Está se punindo por ser humana? Por ter fragilidades? Por errar? Não. Em vez disto, você tem é que parar e, mesmo chateada (o que é normal, eu também fico), parar para avaliar o que está mesmo acontecendo. Não se sinta como se a correnteza a levasse, não deixe ela levar, assuma o comando minha querida. E se está difícil de assumir, ao menos entenda-se como capaz disto, e peça socorro sim!
Mas não se castigue. Ficar deprê e descontar na comida é a mesma coisa que dar as topadas de propósito, como eu falei no exemplo acima. E sair comendo pães e sei lá mais o que, não vai mudar a situação.
O fato é que você agora está comendo sentimentos, o sentimento da frustração e da desolação consigo mesma, com o seu comportamento. E não vai ser você continuando a se comportar desse jeito que vai ajudar, porque você vai sentir mais raiva ainda e querer se castigar mais.
Vamos combinar uma coisa? O passado já passou. Ele não volta, você sabe. O que já fez, está feito. E se o que fez vai ou não vai aumentar o peso mais um pouco, já não importa também. O que importa é o que você vai fazer de AGORA em diante. E o que você vai colher, depois, como fruto desta sua mudança de atitude.
Primeiro, vai aceitar que todos falhamos, o que não significa que vai ficar falhando seguidamente, porque quer acertar, porque pode acertar, porque vai acertar, mesmo que de vez em quando haja uma derrapada.
Depois, porque vai caprichar, dentro do pssível. Se sabe que está numa fase mais 'atacada' com a falta de controle, evite fazer coisas que a aticem. Se planeje! Compre itens leves, compre verduras e legumes, prepare coisas bonitas, gostosas, mas que não sejam tão calóricas e, principalmente, que não sejam do tipo que chama a gente pelo nome para serem comidas, sbae? rsss
Procure parar e avaliar, com calma, sem desesperos e sem raiva, os sentimentos/sensações que a levaram a voltar aos 69kg. Certamente podem ser maus hábitos que ainda não tinham sido totalmente eliminados/substituídos, então é legal você parar e pensar neles, com carinho, entendendo que não é mesmo da noite para o dia que a gente muda tudo. Faça uma lista deles, os hábitos que a levam ao lado contrário do que quer. Do lado de cada um, escreva o que poderia ser feito para melhorar aquele comportamento, depois escreva também (para si mesma, isto é seu) os benefícios daquela mudança. E procure ajustar um a um, com serenidade, porque o hábito nada mais é que algo que enraizamos, que se torna natural, de tanto repetirmos.
Veja se não há algumas sensações/sentimentos que têm sido comidos rotineiramente, é muito comum (e errado, mas muitos de nós cometemos, inclusive eu algumas vezes). Anote tudo que come, seja certo ou errado, seja muito ou pouco, anote até mordida na língua e anote do lado como foi aquilo, se estava bom, quem fez, porque comeu, se ficou satisfeita, o que poderia ter sido mais bcananinha etc. E assim, vai aprendendo consigo mesma.

Tudo vai dar certo, acredite em si mesma e siga, sempre podemos fazer um hoje melhor que ontem, acertar o passo tá? Conte comigo.
beijo
Beth
http://aconquista.zip.net